Sustentabilidade

 

A Divina Pousada tem em seu DNA a preocupação com o meio ambiente e com a sociedade local.

 

Obra

 

Desde o início da obra, em 2006, temos feito de tudo para transformar nossos impactos em impactos positivos.

Nossa preocupação inicial foi com a minimização do impacto com a vizinhança, ou seja, procuramos fazer uma obra limpa e focada no término da fachada, incluindo a pintura. A partir daí, tivemos a “cara de obra” menos tempo que o normal. Após o término da fachada, começamos a obra internamente.

Na construção optamos por uma laje leve de EPS, que também ajudou na melhora da acústica e da térmica interna, e hoje nos ajuda a economizar energia. Também soubemos aproveitar a estética da laje, economizando nos forros dos apartamentos sem perder na estética.

 

Energia

 

Decidimos pela utilização do sistema de aquecimento solar, tanto para os banhos, quanto para as piscinas. Hoje estamos em processo de efetivação de um sistema de geração de energia elétrica solar para suprir parte de nossa demanda.

Nossa ideia é manter a qualidade de nossa pousada com o máximo de autonomia energética.

A iluminação também tem 100% de lâmpadas de LED ou Eletrônicas. Não usamos Lâmpadas Incandescentes.

Nossos equipamentos elétricos, ar condicionado, TVs e geladeiras são todas de categoria A ou B do PROCEL.

Nossa política também se focou no aproveitamento dos resíduos de madeira e qualquer pedra. Sempre que possível fizemos o reaproveitamento de tudo, evitando o desperdício de materiais.

O controle do ar condicionado é por conta do hóspede, mas nosso quarto tem uma excelente térmica e sempre aconselhamos nossos hospedes a mantê-lo desligado quando sair.

 

Água

 

A água da chuva é um bem valioso, por isso fizemos um sistema que aproveita parte das águas que caem em nossos telhados. Esta água é usada na reposição da piscina e também para a lavagem dos pisos das calçadas.

Nosso sistema de coleta e tratamento de esgoto é segmentado. As águas “marrons” (dos vasos sanitários) são separadas das águas “cinzas” dos chuveiros. Os dois sistemas utilizam de reatores e filtros biológicos, o que permite a utilização da água “cinza” para irrigação e vasos sanitários.

Nossa política de conservação de água também respeita o hospede, mas sugere algumas atitudes. Sem qualquer tipo de constrangimento. Caso o hospede queira renovar a toalha, basta deixá-la no chão, caso contrário vamos entender que ele quer colaborar com a conservação de águas e reutilizar a mesma toalha. Se avaliarmos que ela está molhada ou suja, trocaremos para a manutenção da qualidade da experiência do hóspede.

Com as roupas de cama nossa política é a troca a cada duas diárias, fato que pode ser modificado a pedido do hospede.

Sabemos que a conservação das águas é feita de detalhes.

 

Reciclagem

 

O reaproveitamento das aparas de madeira das esquadrias das janelas foram úteis na construção dos painéis das camas.

Nossas tábuas das formas de vigas foram aproveitadas nos móveis dos quartos, tudo com design exclusivo, feito com marceneiros da cidade.

Parte de nossas obras também são construídas com materiais adquiridos de demolição de outras edificações, o que reduz custo e aumenta a criatividade.

Nossa pousada não tem lixeira nas áreas comuns. Dentro da lógica japonesa, todos os resíduos são coletados na origem e separados por nossa equipe de colaboradores. Nos apartamentos, o lixo é coletado e separado na destinação final da pousada.

Nosso lixo orgânico é utilizado para fazer compostagem e nutre nossa horta, até hoje nenhum lixo orgânico foi descartado pela pousada. Os resíduos de alumínio, vidro, plástico e papel são encaminhados para cooperativas ou catadores especializados.

Para o hóspede, ficam as dicas descritas em um folheto, e assim esperamos que esta causa ambiental não seja uma opção de poucos, mas uma atitude permanente, um jeito de viver!

 

Ao identificar algum problema em nossas instalações comunique aos nosso colaboradores.